Publicado por: masfg | outubro 9, 2011

PIP-II- FORMAÇÃO CONTINUADA DE PROFESSORES/SRE-UBERABA-MG

Estimados Companheiros do PIP-II

O Programa de Intervenção Pedagógico-PIP-II, tem como objetivo a intervenção pedagógica nas séries finais do Ensino Fundamental enfocando as disciplinas de Língua Portuguesa Brasileira e Educação Matemática, voltadas para a Formação Continuada dos Professores, focada nos diagnósticos educacionais, analise de dados e estratégias de aprendizagens para otimização Ensino Aprendizagem dos discentes.

Conversaremos sobre a Formação Continuada de Professores tendo com base o texto de Garrido Pimenta.

REFLEXÕES SOBRE A FORMAÇÃO, OS SABERES E AS PRÁTICAS DOS PROFESSORES NO CONTEXTO EDUCACIONAL DO SÉCULO XXI

 “Há momentos na vida em que a questão de saber se alguém pode pensar de um modo diferente de como pensa e sentir de um modo diferente de como sente é indispensável para continuar observando e refletindo”.  Michel Foucault

Nas últimas décadas, a ideia da formação e dos saberes  docentes tem passado por mudanças influenciadas pelas transformações ocorridas nos vários setores da sociedade, como, os tecnológicos, os econômicos, os políticos e os sociais, e ainda pela desvalorização da profissão e da perda da autoridade intelectual, pedagógica e moral do professor promovida tanto dentro do próprio sistema educacional hoje existente, como também dentro de outras esferas da sociedade.

Considerando-se que tais transformações afetam diretamente a sociedade, a educação e a escola propriamente dita, há uma necessidade dos conceitos de formação do professor, dos saberes e das práticas docentes serem retraduzidos, repensados e problematizados para o estudo e reflexão. Assim, propomos neste trabalho, uma breve explanação acerca da formação dos professores e das práticas e saberes que se fazem necessário aos docentes na atual sociedade, já que os processos formativos devem considerar as situações de ensino, as novas competências e os novos saberes que o ofício profissional docente requer neste milênio.

Selma Garrido Pimenta (1999), no livro Saberes Pedagógicos e atividade docente, aponta a necessidade de repensar a formação do professor diante do papel que hoje é posto a esse profissional.

E, então, para que formar professores? Contrapondo-me a essa corrente de desvalorização profissional do professor e às concepções que o consideram como simples técnico reprodutor de conhecimentos e/ou monitor de programas, entendendo que na sociedade contemporânea cada vez mais se torna necessário o seu trabalho enquanto mediação nos processos constitutivos da cidadania dos alunos, para o que concorre a superação do fracasso e das desigualdades escolares. O que, me parece, impõe a necessidade de repensar a formação dos professores. (PIMENTA, 1999, P. 15)

Sabemos que os últimos anos oportunizou o acesso a escola pública, não veio acompanhada de medidas e ações que garantissem a melhoria na qualidade do ensino, uma vez que a maioria das escolas ainda mantém a mesma estrutura organizacional tradicional, o que propicia aos professores uma prática condicionada, a qual impede que os mesmos se manifestem como sujeitos sociais e profissionais. Além disso, são delegadas à escola novas atribuições, diante das quais os professores desenvolvem o seu trabalho e suas práticas pedagógicas, sendo a partir dessas perspectivas, cobrados e criticados pela sociedade.  (LEITE, U. Y. F.; DI GIORGI, C. A. G.; loc. Cit)

A atual sociedade está exigindo, cada vez mais, uma escola comprometida com mudanças e transformações sociais. Temos nessa sociedade uma educação que requer como essência no seu desenvolvimento uma linguagem múltipla, eficiente, capaz de abarcar a diversidade e, compreender os desafios que fazem parte do tecido da formação profissional do professor.

É necessário assegurar uma formação de professores que possibilite ao profissional docente saber lidar com o processo formativo dos alunos em suas várias dimensões: cognitiva, psicológica, afetiva, ética e dos valores universais. Para tanto, o processo formativo docente deverá estar vinculado a uma formação contínua que propicie o avanço a outras formas de trabalho, que busque estimular o trabalho coletivo e interdisciplinar, imprescindível para o desenvolvimento da capacidade de romper com a fragmentação das disciplinas específicas. Exige ainda uma formação que promova a participação ativa do professor no projeto político pedagógico da escola, na solidariedade com os colegas e com os alunos, no compromisso com a emancipação de nosso povo. (LEITE, U.Y. F.; DI GIORGI, C. A. G.; RODRIGUES, S. A., 2005). Veja o texto completo em: http://www.webartigos.com/artigos/reflexoes-sobre-a-formacao-os-saberes-e-as-praticas-dos-professores-no-contexto-educacional-do-seculo-xxi/23166/. Acessado em 9/10/2011

Contextualizando

Ao ler o texto de Garrido, o que te levou a reflexão enquanto  Professor Formador, Analista do PIP-II, como vê a escola nesta atual cenário? Esta cumprindo seu papel enquanto formadora?

Os profissionais da Educação estão inseridos nesse processo? De que maneira? quais as ações efetuadas; Dê exemplos.

Um abraço

Prof Ms. Magna Aspásia Fontenele

Analista Educaciona – SRE-Uberaba-MG-Brasil

About these ads

Responses

  1. A Esola está passando por um porcesso de mudanças a passos de tartaruga. Quando visitamos as escolas percebemos que a maioria esta desmotivada, desorganizada e não entende realmente o seu novo papel. A educação só dará um salto para a vitória assim que a maioria dos profissionais sairem da situação de vítima perante a escola e alunos, e começarem a assumir a sua responsabilidade dentro da instituição, buscando as novas tecnologias para aprimorar suas práticas, utilizando de forma criativa os espaços e materiais disponiveis e reviverem o devido valor de sua profissão.

  2. O professor deve se adequar as novas tecnologias, junto com seus conhecimentos, pois os alunos obtem facil acesso as mesmas.

  3. O GOOGLE TRADICIONAL É MAIS AMPLO E O GOOGLE ACADÊMICO É DIRECIONADO LEVANDO O PESQUISADOR AO SEU OBJETIVO.


Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Categorias

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

%d blogueiros gostam disto: