Publicado por: masfg | novembro 5, 2009

GESTAR II- TP5-ESTILO, COERÊNCIA, COESÃO.

ESTIMADOS COLEGAS PROFESSORES CURSITAS.

HOJE VAMOS FALAR DO TP-5 QUE TRATA DOS ESTILOS FONÉTICOS, LÉXICO,SINTÁTICO E DISCURSIVO QUE ESTÃO Á DISPOSIÇÃO DOS FALANTES E ESCRITORES PARA QUE  COMUNIQUEM SUAS EMOÇÕES E SEUS JULGAMENTOS NAS DIVERSAS SITUAÇÕES COMUNICATIVAS DAS QUAIS PARTICIPAM. TRATAREMOS  NESSA PRIMEIRA PARTE  DA ESTILISTICA, QUE TRATA-SE DE UMA DISCIPLINA LIGADA Á LINGUÍSTICA, QUE SE DESENVOLVEU A PARTIR  DO SECULO XX, CUJO OBJETO DE ESTUDO É O ESTILIO.

ESTILO, COERÊNCIA E COESÃO

A Estilística é uma ciência. E como ciência tem seu objeto de estudo muito bem definido, embora haja quem o classifique como sendo de difícil delimitação por conta da sua diversidade de acepções. Todavia, uma análise mais atenta permitirá ao estudante desvendar o mistério sem mais problemas, basta atentar para a raiz da palavra Estilística, às letras e aos fonemas que a compõe. A palavra nos lembra estilo. E é exatamente esse o seu objeto de estudo.

Assim, entenda-se que a Estilística é o ramo das ciências que se ocupa do estudo detalhado dos estilos dos autores e das suas obras. Observando a linguagem empregada na obra pelo pai da mesma, a estrutura, a estética, a expressividade lingüística como um todo. Além de observar sua capacidade de emocionar e sugerir a partir de determinados efeitos.

Com o advento da lingüística, muitos preconceitos que envolvem a linguagem tendem a cair por terra, principalmente naquilo que concerne à produção do texto. Esse fenômeno encontra força na estilística – ou seria nas estilísticas? – que se subdivide em dois ramos: Estilística da Língua e Estilística da Fala, para melhor compreender e abarcar os fenômenos dos estilos. Assim, estilística e lingüística se irmanam.

A estilística da língua tem como foco “o estudo das variantes normais com valor expressivo-afetivo, das possibilidades associadas à transmissão de valores conotativos.” Enquanto que a lingüística da fala ou do discurso é responsável “pelo valor particular que determinado recurso pode adquirir num texto especifico produzido por um indivíduo”.

Mas ambas atuando juntas numa harmoniosa dicotomia, pois “qualquer tendência estética se volta para um trabalho de recriação ou renovação das formas de manifestações lingüísticas”, embora haja “divergências de acepções encontram na linguagem um denominador comum.”

Resumindo: a estilística ocupa-se do estudo do uso individual dos recursos da linguagem, quanto à capacidade de comunicar, emocionar e sugestionar.

http://www.webartigos.com/articles/13851/1/estilistica-que-bicho-e-esse/pagina1.html

ATIVIDADES:

NA PÁGINA 15 DO TP5, O TEXTO  CADA UM É CADA UM.

1-O TÍTULO ” CADA UM É CADA UM”  FAZ PARTE, COMO DIZ TORERO, DA SABEDORIA POPULAR. E,  É BEM COLOQUIAL, NÃO É MESMO?

2-CRIE UM OUTRO TÍTULO PARA O MESMO TEXTO, EM QUE APAREÇA A PALAVRA ESTILO E QUE MANTENHA O SENTIDO DADO PELO O COLUNISTA.

3-NA SUA OPINIÃO, QUAL DOS NARRADORES ENVOLVE MAIS O OUVINTE AO NARRAR O GOL? POR QUÊ?

4-NO SEGUNDO PÁRAGRAFO, TORERO APRESENTA  “ESTILOS”  DE FALA. E VOCÊ, COMO CLASIFICARIA SEU “ESTILO ” DE FALA?  VOCÊ ESTA  SATISFEITO COM ELE OU GOSTARIA QUE FOSSE DEFERENTE? POR QUÊ?

5-CRIE UM TEXTO COM O TEMA FUTEBOL COM DOIS OU TRÊS COMPANHEIROS DE MODO QUE JUNTANDO-OS FORMEM UM SÓ TEXTO.DESCREVA O ESTILO DE CADA UM.

BEIJO NO CORAÇÃO.


Responses

  1. 1-) O título é coloquial porque há uma repetição da expressão “cada um”.
    2-) Cada um tem o seu estilo.
    3-)O narrador objetivo, porque usa uma linguagem muito clara, concisa e direta.
    4-) O meu estilo de fala é objetivo. Gosto de ser clara e direta em minhas argumentações. O meu estilo está fortemente presente em minha fala e minha escrita.
    5-) Título: O futebol
    O futebol é o esporte mais praticado e apreciado pelos brasileiros.
    Sem dúvida, uai, o futebol é um esporte que os mineiro “tomem” gosta por demais.
    É os mano que gosta de futebol não sai do Morumbi e num perde um jogo do Coríntians.

  2. 1-)O título é coloquial pois usa-se a linguagem não formal.
    2-) “O estilo faz a diferença”
    3-) O narrador interrogativo pois instiga e envolve o leitor a buscar respostas para as indagações feitas.
    4-)O meu estilo é o econômico porque gosto de argumentar e redigir somente o necessário.
    5-) Título: “Partida de futebol”
    Uma boa partida de futebol tem que ser dinâmica e desafiadora.
    É tchê, a partida boa tem que ter homem macho!
    Hoje tem futebol, uai, quem vai “rebentá” as pipoca?

  3. 1-”o “TÍTULO” CADA UM É CADA UM” FAZ PARTE, COMO DIZ TORERO, DA SABEDORIA POPULAR. É BEM COLOQUIAL, NÃO É MESMO?
    R: Sim, o estilo da linguagem do dia-a-dia, é jornalístico e aparece na seção de opinião, o modo como o falante constrói sua fala.

    2-CRIE UM OUTRO TÍTULO PARA O MESMO TEXTO, EM QUE APAREÇA A PALAVRA ESTILO E QUE MANTENHA O SENTIDO DADO PELO O COLUNISTA.

    R: ESTILO, ESTILÍSTICA, SEJA RADIALISTA.

    3-EM SUA OPINIÃO, QUAL DOS NARRADORES ENVOLVE MAIS O OUVINTE AO NARRAR O GOL? POR QUÊ?

    R: A Interrogação, porque quando o narrador conversa com o ouvinte, propõem perguntas e respostas ao emitirem opiniões.

    4-NO SEGUNDO PÁRAGRAFO, TORERO APRESENTA “ESTILOS” DE FALA. e VOCÊ, COMO CLASIFICARIA SEU “ESTILO DE FALA? VOCÊ ESTA SATISFEITO COM ELE OU GOSTARIA QUE FOSSE Diferente?POR QUÊ?

    R: Estou satisfeita com o meu estilo. Estilo Mineiro.

    5-CRIE UM TEXTO COM O TEMA FUTEBOL COM DOIS OU TRÊS COMPANHEIROS DE MODO QUE OS JUNTANDO FORMEM UM SÓ TEXTO. DESCREVA O ESTILO DE CADA UM.
    R: TIME DE FUTEBOL

    O time com que jogava
    era o temível Quebra Osso,
    e aquele juiz só apitava
    quando chutavam no pescoço.

    Seu beque era um pugilista
    mais violento que um animal,
    devia ser sócio de ortopedista
    devia ser dono de hospital.

    Alguns nem usavam chuteira
    seus pés era um só calo,
    que pareciam uma roçadeira
    eram mais burros que um cavalo.

    Ninguém mudava de posição
    e no campo todo o pau descia,
    a mando de seu capitão
    ate na barriga tudo valia.

    Também era bom de briga•aquele time era infernal,
    com eles não tinha intriga
    quebravam beque e lateral

    Não foi nada de extraordinário
    quando aquele time acabou,
    não tinha mais adversário
    hospital não mais lotou.

  4. 1-O TÍTULO “CADA UM É CADA UM” FAZ PARTE, COMO DIZ TORERO, DA SABEDORIA POPULAR.e É BEM COLOQUIAL, NÃO É MESMO?
    Sim, pois cada um tem seu perfil, cada um tem seu modo de ser. Ninguém é igual a ninguém, seja na fala, no estilo, na personalidade, etc.
    2-CRIE UM OUTRO TÍTULO PARA O MESMO TEXTO, EM QUE APAREÇA A PALAVRA ESTILO E QUE MANTENHA O SENTIDO DADO PELO O COLUNISTA.

    3-NA SUA OPINIÃO, QUAL DOS NARRADORES ENVOLVE MAIS O OUVINTE AO NARRAR O GOL? POR QUÊ?
    O interrogativo. Porque traz várias perguntas e respostas num só instante envolvendo falante e ouvinte.
    4-NO SEGUNDO PÁRAGRAFO, TORERO APRESENTA “ESTILOS” DE FALA. E VOCÊ, COMO CLASIFICARIA SEU “ESTILO DE FALA”? VOCÊ ESTA SATISFEITO COM ELE OU GOSTARIA QUE FOSSE DEFERENTE? POR QUÊ?
    Estilo mineiro. Sinto-me bem com meu estilo e lembrando sempre que tenho que me policiar ao máximo na pronúncia das palavras, mas qual estilo que não tem?
    5-CRIE UM TEXTO COM O TEMA FUTEBOL COM DOIS OU TRÊS COMPANHEIROS DE MODO QUE JUNTANDO-OS FORMEM UM SÓ TEXTO.DESCREVA O ESTILO DE CADA UM.
    O Português e o Nordestino num bar
    -O que será que aconteceu com Ronaldinho, pá?
    -Será que amarelou por ser brasileiro?
    -Será que é porque ele já ficou rico?
    -O seu futebol foi assim tão ruinzinho!

    -Oxe, menino, sabe que num sei!
    -Minha dúvida é a mesma de mainha, é se o Ronaldinho Gaúcho já aposentou, num sabe? Por que será que ele jogou essa bola murcha? Ou será que por ter sua nascença gaúcha a bolinha que jogou ninguém entendeu?

    -Ora, pois, estou cabreiro no resultado do campeonato brasileiro!

    -Num se aperreie não, cabra, não se aperreie não. Seja o que meu Jesus do Bomfim mandá, não vou me aperriá, vamu tomá uma e esperá o Natal chegá!
    ______________________________________________________________________

  5. Resposta da n°2

    Estilo, Estilística, Estatística: essa moda vai dar o que falar!

  6. 1-) O título é coloquial porque há uma ênfase na informalidade da linguagem caracterizada na fala.
    2-) “Sou mais o meu estilo”
    3-) O narrador objetivo pois narra a partida de forma direta.
    4-) O meu estilo é o matemático porque sou muito detalhista e rebuscada na minha linguagem. Busco criar em meus educandos uma atmosfera de argumentações.
    5-) Título: Um jogo, uma paixão
    O futebol é a grande paixão dos brasileiros . Eles se envolvem na alegria e energia desse esporte.
    Uai, sem futebol os mineiro não se reúne nos campo e nem nos buteco.
    Futebol é paixão dos brothers que descem dos morros pra curtir praia, sol, mulherada e futebol de areia na Barra.

  7. 1) O título “cada um é cada um” torna-se uma expressão coloquial devido à informalidade do contexto sugerido pelo autor. É a representação da marca de oralidade.
    2-) Estilo é estilo: cada um tem um.
    3-) O narrador objetivo me envolve mais, porém “amei” o estilo caipira, pois é bem humorado e gostoso de ouvir.
    4-) No momento de redigir sou o estilo matemático e ora objetivo, pois adoro escrever e quando estou inspirada descrevo com precisão um tema, um projeto, etc., porém, quando estou como no dia de hoje, cansada e com poucas ideias prefiro ser objetiva, escrevendo o essencial.
    5-) Futebol ( na internet, sendo comentado entre dois amigos, via msn)
    taí?
    To
    Viu u futiba ontem?
    Vi ñ
    Nooooooooosa, kra foi boom d+!
    Rsrsrsrsr
    O R10 fintou 4, passou entre os 2 zagueiro e mteu a bola no frangueiro…i aí ce já sabe?
    GOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOL
    é lógico..shuashuashua
    rsrsrsrsrsrsr
    so corinthiaaaaaaaaaas

  8. ATIVIDADES:
    NA PÁGINA 15 DO TP5, O TEXTO CADA UM É CADA UM.
    1-O TÍTULO “CADA UM É CADA UM” FAZ PARTE, COMO DIZ TORERO, DA SABEDORIA POPULAR. E É BEM COLOQUIAL, NÃO É MESMO?
    Sim. Porque se trata da língua falada que pode estar sujeita a vários fatores que influenciam a fala do narrador. Suas raízes, seu grau de estudo, seu meio familiar, seus amigos; tudo isso a influência.
    2-CRIE UM OUTRO TÍTULO PARA O MESMO TEXTO, EM QUE APAREÇA A PALAVRA ESTILO E QUE MANTENHA O SENTIDO DADO PELO O COLUNISTA.
    “O Estilo próprio de narrar uma partida de futebol”
    3-NA SUA OPINIÃO, QUAL DOS NARRADORES ENVOLVE MAIS O OUVINTE AO NARRAR O GOL? POR QUÊ?
    Eu acho que é o objetivo. No futebol os lances são muito rápidos e não tem como “florear” muito porque se isso acontece, perdemos passes entre outra cosia do jogo
    4-NO SEGUNDO PÁRAGRAFO, TORERO APRESENTA “ESTILOS” DE FALA. E VOCÊ, COMO CLASIFICARIA SEU “ESTILO DE FALA”? VOCÊ ESTA SATISFEITO COM ELE OU GOSTARIA QUE FOSSE DIFERENTE? POR QUÊ?
    Depende do situação. Devemos adequar o nosso estilo ás determinadas situações para que não estejamos INADEQUADOS.
    5-CRIE UM TEXTO COM O TEMA FUTEBOL COM DOIS OU TRÊS COMPANHEIROS DE MODO QUE JUNTANDO FORMEM UM SÓ TEXTO. DESCREVA O ESTILO DE CADA UM.
    .”Pelada na praia”
    Numa bela manhã de sol , Cafu e Soró pegaram as “bikes” e se mandaram para a praia que estava lotada.
    Sentaram-se na areia para apreciar as “minas” enquanto o restante do time não chegava. Situação que se inverteria depois: as “minas” observariam a pelada.
    Lucão se fincou no gol, o meia Beto arrumou suas chuteiras, assim como o restante: todos estavam prontos.
    Nesse jogo aconteceu de tudo: goleiro marcando gol, gol contra, vaias, xingamentos, juiz ameaçado, quebra pau entre times e até entre eles mesmos.
    Depois de muita confusão o jogo terminou empatado entre mortos e feridos, salvaram-se todos.

    Estilo Coloquial

  9. ATIVIDADES:
    NA PÁGINA 15 DO TP5, O TEXTO CADA UM É CADA UM.
    1-O TÍTULO “CADA UM É CADA UM” FAZ PARTE, COMO DIZ TORERO, DA SABEDORIA POPULAR. E É BEM COLOQUIAL, NÃO É MESMO?
    Realmente é bem coloquial, uma forma bastante simples para se referir ao modo de cada um ser ou dizer alguma coisa.

    2-CRIE UM OUTRO TÍTULO PARA O MESMO TEXTO, EM QUE APAREÇA A PALAVRA ESTILO E QUE MANTENHA O SENTIDO DADO PELO O COLUNISTA.
    “Cada um com seu estilo”

    3-NA SUA OPINIÃO, QUAL DOS NARRADORES ENVOLVE MAIS O OUVINTE AO NARRAR O GOL? POR QUÊ?
    O interrogativo, pois eu me identifico com esse estilo. Gosto de conversar ou contar algo para alguém fazendo uso de interrogações.

    4-NO SEGUNDO PARÁGRAFO, TORERO APRESENTA “ESTILOS” DE FALA. E VOCÊ, COMO CLASSIFICARIA SEU “ESTILO DE FALA? VOCÊ ESTA SATISFEITO COM ELE OU GOSTARIA QUE FOSSE DEFERENTE? POR QUÊ?
    Classifico meu estilo de fala como “interrogativo” e estou satisfeita com ele, pois penso que assim posso fazer com que as pessoas imaginem os acontecimentos, como se tivessem vivenciando cada um deles.
    5-CRIE UM TEXTO COM O TEMA FUTEBOL COM DOIS OU TRÊS COMPANHEIROS DE MODO QUE JUNTANDO-OS FORMEM UM SÓ TEXTO.DESCREVA O ESTILO DE CADA UM.
    Pelada na praia
    Numa bela manhã de sol, Cafu e Soró pegaram as “bikes” e se mandaram para a praia, que estava lotada.
    Sentaram na areia para apreciar as “minas” enquanto o restante do time não chegava. Situação que se inverteria depois: as “minas” observariam a pelada.
    Lucão se fincou no gol. O meia Beto arrumou suas chuteiras, assim como o restante: todos estavam prontos.
    Nesse jogo aconteceu de tudo: goleiro marcando gol, gol contra, vaias, xingamentos, juiz ameaçado, quebra-pau entre times e até entre eles mesmos.
    Depois de muita confusão, o jogo termina empatado entre mortos e feridos, salvaram-se todos.
    Estilo coloquial

  10. ATIVIDADES:NA PÁGINA 15 DO TP5, O TEXTO CADA UM É CADA UM.
    1-o TÍTULO” CADA UM É CADA UM” FAZ PARTE, COMO DIZ TORERO, DA SABEDORIA POPULAR.e É BEM COLOQUIAL, NÃO É MESMO?
    No título observa-se o raciocínio popular que usa o português coloquial.
    2-CRIE UM OUTRO TÍTULO PARA O MESMO TEXTO, EM QUE APAREÇA A PALAVRA ESTILO E QUE MANTENHA O SENTIDO DADO PELO O COLUNISTA.
    “Um gol para todos os estilos.”
    3-NA SUA OPINIÃO, QUAL DOS NARRADORES ENVOLVE MAIS O OUVINTE AO NARRAR O GOL? POR QUÊ?
    Todos envolvem da mesma forma os seus ouvintes, isto porque há ouvintes para todos os estilos.
    4-NO SEGUNDO PÁRAGRAFO, TORERO APRESENTA “ESTILOS” DE FALA. e VOCÊ, COMO CLASIFICARIA SEU “ESTILO DE FALA? VOCÊ ESTA SATISFEITO COM ELE OU GOSTARIA QUE FOSSE DEFERENTE?POR QUÊ?
    Como a maioria das pessoas fico num meio termo, uso tanto o coloquial como o formal. A comunicação é o mais importante, se consigo isto não há porquê mudar.
    5-CRIE UM TEXTO COM O TEMA FUTEBOL COM DOIS OU TRÊS COMPANHEIROS DE MODO QUE JUNTANDO-OS FORMEM UM SÓ TEXTO.DESCREVA O ESTILO DE CADA UM.
    Num mesmo grupo:
    – O timão pagou maió grana pelo cara e ele tá bichado! – diz o Carioca.
    – Uai, seu “timão” num conhecia ele não? – indagou o Mineiro.
    – Ôxente, deixem disso e vamos comer e bebericar umas besterinhas ali. – sugeriu o Baiano de paz.
    * * *

  11. Ferreira Gullar

    O Gol

    A esfera desce
    do espaço
    veloz
    ele a apara
    no peito
    e a pára
    no ar
    depois
    com o joelho
    a dispõe a meia altura
    onde
    iluminada
    a esfera
    espera
    o chute que
    num relâmpago
    a dispara
    na direção
    do nosso
    coração.

  12. A) O TÍTULO “CADA UM É CADA UM” FAZ PARTE, COMO DIZ TORERO, DA SABEDORIA POPULAR. E É BEM COLOQUIAL, NÃO É MESMO?
    VOCÊ O CONSIDERA ADEQUADO AO TEXTO? COMO DEFENDERIA SUA OPINIÃO?
    R: Sim, o título é bem adequado ao texto, uma vez que a individualidade de cada falante é determinada por vários fatores (educacionais, culturais, sociais, etc.).

    B) CRIE UM OUTRO TÍTULO PARA O MESMO TEXTO, EM QUE APAREÇA A PALAVRA “ESTILO” E QUE MANTENHA O SENTIDO DADO PELO COLUNISTA.
    R: Cada um tem o seu próprio estilo.

    C) NA SUA OPINIÃO, QUAL DOS NARRADORES ENVOLVE MAIS O OUVINTE AO NARRAR O GOL? POR QUÊ?
    R: Prefiro o narrador “interrogativo” por julgá-lo mais adequado ao propósito de narrar um jogo de futebol. O tom interrogativo parece despertar mais a atenção do ouvinte, que fica na expectativa da resposta subsequente.

    D) NO SEGUNDO PARÁGRAFO, TORERO APRESENTA “ESTILOS” DE FALA. E VOCÊ, COMO CLASSIFICARIA SEU “ESTILO” DE FALA? VOCÊ ESTÁ SATISFEITA COM ELE OU GOSTARIA QUE FOSSE DIFERENTE? POR QUÊ?
    R: Procuro adequar o meu estilo de fala à situação comunicativa, optando sempre pela correção gramatical, porém sem pedantismo.

  13. 1 – O título ” CADA UM É CADA UM” FAZ PARTE, COMO DIZ TORERO, DA SABEDORIA POPULAR. E, É BEM COLOQUIAL, NÃO É MESMO?
    Sim, pois vem do povo que simplifica até filosofia.

    2-CRIE UM OUTRO TÍTULO PARA O MESMO TEXTO, EM QUE APAREÇA A PALAVRA ESTILO E QUE MANTENHA O SENTIDO DADO PELO O COLUNISTA.
    Cada um na sua e com seu estilo.

    3-NA SUA OPINIÃO, QUAL DOS NARRADORES ENVOLVE MAIS O OUVINTE AO NARRAR O GOL? POR QUÊ?
    O narrador interrogativo, porque ao fazer as perguntas ele nos faz pensar a respeito da partida e de certa forma fazermos parte dela.

    4-NO SEGUNDO PÁRAGRAFO, TORERO APRESENTA ”ESTILOS” DE FALA. E VOCÊ, COMO CLASIFICARIA SEU “ESTILO ” DE FALA? VOCÊ ESTA SATISFEITO COM ELE OU GOSTARIA QUE FOSSE DEFERENTE? POR QUÊ?
    Nosso estilo na maior parte do tempo é formal, pois somos professoras e devemos usar e ensinar a norma culta.
    Estamos satisfeitas com ele por ser nossa ferramenta de trabalho.

    5-CRIE UM TEXTO COM O TEMA FUTEBOL COM DOIS OU TRÊS COMPANHEIROS DE MODO QUE JUNTANDO-OS FORMEM UM SÓ TEXTO.DESCREVA O ESTILO DE CADA UM.

    UBERABA, CAMPEÃO DE TAÇA MINAS GERAIS

    Fazia um calor de aproximadamente 36 graus, ao chegarmos ao estádio, não sabíamos se o vermelho predominante era do sol ou da torcida. Sentar se tornou um sacrifício pois o astro rei não perdoou nem a arquibancada. A festa estava no ar e nos olhos brilhantes da torcida. Enfim o time entrou em campo, foi um espetáculo literalmente espetacular dois gols do Uberaba que levaram a torcida ao delírio esquecendo do sol do calor e da falta de água o que havia ali era a paixão pelo futebol e pelo time. Quando o juíz apitou o fim do jogo o grito da torcida se misturou ao suor dos jogadores que colocaram o coração nas chuteiras propiciando uma tarde dourada como foi o dourado da TAÇA MINAS GERAIS.

    Utilizamos a linguagem formal.

  14. 1- Sim, é bem coloquial, pois é usada a linguagem informal.
    2- “Cada um tem seu estilo”.

    3-Nós gostamos mais do estilo caipira porque a linguagem dele é mais voltada para o meio futebolístico na nossa região.

    4- O nosso estilo de linguagem é, em geral ,culto sem usar palavras rebuscadas.Pensamos que desta forma conseguimos transmitir o conteúdo esperado e exigido pela profissão.

    5-A partida ( estilo caipira )

    Êêêta trem bão, né sô!
    Foi um fusuê danado na porta do gol
    Oceis viu o qui eu vi
    Ora era a bola nu chão, ora era bola na cabeça
    Só sei que a danada custô a entrá
    e entrô quando um que eu não sei o nome
    cabiciô e ela foi caí lá nus fundo da rede
    Marcando assim 3 a 0 pro parmeiras.

    Estilo objetivo:
    Faltando apenas 3 minutos para o término da partida, Vagner “o trancinha” invadiu a grande área e somou 4 a 0 para o Palmeiras.

  15. 1)O título é coloquial, pois usa-se a linguagem não formal ou do dia a dia.

    2) “Siga o seu estilo ”

    3) O narrador interrogativo pois ele narra a partida envolvendo o leitor .

    4)O meu estilo é adequado a diversas situações encontradas no dia a dia .

    5) Título: “Partida de futebol”
    Saímos de Brasília rumo a Goiânia, às 11h, num micro ônibus, para assistir ao Goiás x Cruzeiro, às 17h, no Serra Dourada. Viagem tranqüila, sem sobressaltos.
    Já no estádio, compramos ingressos e ficamos perto da entrada esperando abrir os portões. O jogo e a má atuação do Cruzeiro já nem interessam mais. O que pretendo relatar é a baderna que estragou o espetáculo.
    Durante a partida, houve briga dentro do estádio. O juiz chegou a paralisar o jogo até que a polícia separasse os brigões das organizadas de Goiás e Cruzeiro.
    Após esse episodio nunca mais voltarei a Goiânia pra acompanhar uma partida de futebol. A cidade não tem policiamento eficiente, suas delegacias não atendem aos torcedores, enfim, não há garantia pra quem pretende apenas assistir a um jogo de futebol.
    Linguagem formal e jornalistica

  16. 1) O título é coloquial, pois é usada a linguagem informal.

    2) Meu estilo próprio…

    3)Prefirimos o narrador interrogativo, ele faz você se sentir participando do texto.

    4) Tentamos usar a linguagem formal o tempo todo, porém assiciada à realidade.

    5) Partida de Futebol…

    Não há nada mais lindo e emocionante
    Que assistir a uma partida de futebol
    Numa tarde de domingo
    Euforia
    Alegria
    Sensações que a própria razão desconhece
    Estádio lotado
    Torcida
    Os times
    Os gols
    Gritaria geral
    Um espetáculo
    Como é bom
    Viver uma partida de futebol…

    Maria Cléria e Viviane ( Turma 2 )

  17. 1-O TÍTULO ” CADA UM É CADA UM” FAZ PARTE, COMO DIZ TORERO, DA SABEDORIA POPULAR. E, É BEM COLOQUIAL, NÃO É MESMO?
    Sim. O título foi dado pelo autor de acordo com o regionalismo dele e na forma que cada leitor tem de ler, com seu jeito único e sua interpretação e que cada pessoa tem sua particularidade em suas ações nesse caso em um ato simples, mas muitos são eternos apixonados pelo futebol, essa linguagem usada é uma caracterização pessoal e informativa dos leitores a seu modo.

    2-CRIE UM OUTRO TÍTULO PARA O MESMO TEXTO, EM QUE APAREÇA A PALAVRA ESTILO E QUE MANTENHA O SENTIDO DADO PELO O COLUNISTA.
    ” O estilo é a sabedotia popular”.

    3-NA SUA OPINIÃO, QUAL DOS NARRADORES ENVOLVE MAIS O OUVINTE AO NARRAR O GOL? POR QUÊ?

    O rabujento, porque em todos os movimentos do juiz e dos jogadores ele encontrava defeito, até mesmo na hora que Trindade fez o gol de cabeça ele diz que o goleiro estava mal posicionado por isso que o gol foi feito por Trindade.

    4-NO SEGUNDO PÁRAGRAFO, TORERO APRESENTA ”ESTILOS” DE FALA. E VOCÊ, COMO CLASIFICARIA SEU “ESTILO ” DE FALA? VOCÊ ESTA SATISFEITO COM ELE OU GOSTARIA QUE FOSSE DEFERENTE? POR QUÊ?

    Normal, e as vezes falo alto, mas já estou aprendendo a falar baixo para que meus educandos percebam que estão incomodando e procurem aprender a ouvir para obter um melhor aprendizado naquilo que estão buscando em sua formação profissional e cidadã.

    5-CRIE UM TEXTO COM O TEMA FUTEBOL COM DOIS OU TRÊS COMPANHEIROS DE MODO QUE JUNTANDO-OS FORMEM UM SÓ TEXTO.DESCREVA O ESTILO DE CADA UM.

    Não acho muito emocionante uma partida de futebol e nem emocionante, talvez por ter sido criada em fazenda e lá não havia luz elétrica e muito menos tv, e eu gostava muito de ouvir músicas na radio e também escutar novela de rádio, essa foi minha maior paixão e assistir a uma partida de futebol numa tarde de domingo não me dava nenhuma euforia e muito menos alegria mesmo que o jogo fosse ao vivo aos domingos no campo próximo à fazenda que morava.
    Sensações que a própria razão desconhece campo lotado torcida organizada.
    Os times
    Os gols
    Gritaria geral
    Um espetáculo para quem gostava não a mim.
    nunca fui uma torcedora de coração muito menos assistir a uma partida de futebol…

  18. Que em 2010…

    Eu queria que sua Vida fosse como um jogo de FUTEBOL.
    Que você possa DRIBLAR todas as Tristeza
    MATAR NO PEITO todas as Angústias
    Fazer Lindas jogadas de Paz e Amor.
    Que possa mostrar CARTÃO VERMELHO para os seus Medos
    Não cometer nenhuma falta com seus amigos.
    Ter no ATAQUE força e Coragem,na sua DEFESA a Calma e a Simplicidade.
    Jogar limpo e ser CAMPEÃO de Disciplina
    Ter cada Derrota como Lição
    Fazer Belissimos Gols de Verdadeiras Amizades
    Que voce possa VENCER de cabeça Erguida o JOGO DA VIDA.
    E ter certeza que nas Arquibancadas da Vida estarão apenas Amigos Verdadeiros.

    • Jane, querida!
      Saudades!

      Obrigada por tão lindas palavras.
      A amizade sincera é muito importante na nossa vida è nossa mola propulsora
      nos momentos dificiés que tanto passamos.
      Beijo no coração,
      Magna Aspásia

  19. A)Sim, uma vez que a individualidade de cada um é determinada. B) Cada um vive seu próprio estilo. C) É aquele que cria uma suspense narrativa. D) Nosso estilo que usamos na parte do tempo é formal pois, somos professores e temos que sempre pocurar a usar a linguagem culta.


Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Categorias

%d blogueiros gostam disto: