Publicado por: masfg | agosto 26, 2010

Especialmente para os alunos do 8º e 9º ano da Escola Municipal Arthur de Mello Teixeira.Brasil Independente

Se a arte imita a vida, podemos notar que a história do Hino da Independência foi tão marcada de improviso como a ocasião em que o príncipe regente oficializou o fim dos vínculos que ligavam Brasil a Portugal. No começo do século XIX, o artista, político e livreiro Evaristo da Veiga escreveu os versos de um poema que intitulou como “Hino Constitucional Brasiliense”. Em pouco tempo, os versos ganharam destaque na corte e foram musicados pelo maestro Marcos Antônio da Fonseca Portugal (1760-1830).

Aluno do maestro, Dom Pedro I já manifestava um grande entusiasmo pelo ramo da música e, após a proclamação da independência, decidiu compor uma nova melodia para a letra musicada por Marcos Antônio. Por meio dessa modificação, tínhamos a oficialização do Hino da Independência. O feito do governante acabou ganhando tanto destaque que, durante alguns anos, Dom Pedro I foi dado como autor exclusivo da letra e da música do hino.

Abdicando do governo imperial em 1831, observamos que o “Hino da Independência” acabou perdendo prestígio na condição de símbolo nacional. Afinal de contas, vale lembrar que o governo de Dom Pedro I havia sido marcado por diversos problemas que diminuíram o seu prestígio como imperador. De fato, o “Hino da Independência” ficou mais de um século parado no tempo, não sendo executado em solenidades oficiais ou qualquer outro tipo de acontecimento oficial.

No ano de 1922, data que marcava a comemoração do centenário da independência, o hino foi novamente executado com a melodia criada pelo maestro Marcos Antônio. Somente na década de 1930, graças à ação do ministro Gustavo Capanema, que o Hino da Independência foi finalmente regulamentado em sua forma e autoria. Contando com a ajuda do maestro Heitor Villa-Lobos, a melodia composta por D. Pedro I foi dada como a única a ser utilizada na execução do referido hino.

Já podeis, da Pátria filhos,
Ver contente a mãe gentil;
Já raiou a liberdade
No horizonte do Brasil.

Brava gente brasileira!
Longe vá… temor servil:
Ou ficar a pátria livre
Ou morrer pelo Brasil.

Os grilhões que nos forjava
Da perfídia astuto ardil…
Houve mão mais poderosa:
Zombou deles o Brasil.

Brava gente brasileira!
Longe vá… temor servil:
Ou ficar a pátria livre
Ou morrer pelo Brasil.

Não temais ímpias falanges,
Que apresentam face hostil;
Vossos peitos, vossos braços
São muralhas do Brasil.

Brava gente brasileira!
Longe vá… temor servil:
Ou ficar a pátria livre
Ou morrer pelo Brasil.

Parabéns, ó brasileiro,
Já, com garbo varonil,
Do universo entre as nações
Resplandece a do Brasil.

Com informações do Portal do Governo Brasileiro
http://www.brasil.gov.br/pais/simbolos_hinos/hinos/Letra_indep

Contextualizando

– Ao ler o texo o que se entende  de sete de setembro?

– Como o  texto  relaciona a obra de Pedro Américo,”O Grito Do Ipiranga” e a independência do Brasil?

– É correto afirmar que o processo de independência do Brasil beneficiou a todos os brasileiros? Apresente uma justificativa retirada do texto que justifique a resposta do grupo.

Roteiro para Pesquisa na Internet

Pesquise no google(www.google.com) sobre a independecia do Brasil e conteste as perguntas abaixo.

Quais os fatores, citados no texto,(que você pesquisou no google) que influenciaram  no processo da independência do Brasil?

Quem foi Pedro Américo? ( http://www.google.com)

Vocabulário

Quais os significados das  palabras grifadas  na estrofe do Hino da Independência? (www.google.com/dicionario onlaine)

Os grilhões que nos forjava
Da perfídia astuto ardil...
Houve mão mais poderosa:
Zombou deles o Brasil.

Beijo no coração


Responses

  1. O que é liberdade para você?

    Para mim liberdade é ser livre para fazer o que quiser na hora que se entender,pensar sozinho e não ir pela ideia das outras pessoas.Todos nós podemos se livres para pensar e ter opinião própria.

    Crie uma poesia sobre a Indepêndencia do Brasil.

    Parabéns brasileiros por mais
    Uma conquista eis que sempre
    Fizeram de tudo para
    Conseguir esta vitória.

    Agora vocês são livres para
    Fazer de seu país uma pátria independente
    Pátria amada por todos os que aqui
    Habitam desde as plantas que saem
    Deste solo abençoado.

    Agora vocês são mais
    Que vencedores.
    Comemorem em união
    Mais essa conquista.

    Stephanie 6ªAmarela

    • A liberdade para mim é voce fazer algo sem temer nada do que podera acontecer, para mim a verdade é o fundamento para a liberdade tenho como fundamento o versiculo da biblia sagrada de almeida revista corrigida e atualizada a seguinte frase :”E conhecereis a verdade e a verdade vos libertara”.(evangelho segundo escreveu joão 8:32).

  2. Liberdade e o direito de todos nós não irporta si e preto, braco, amalelo, o que irporta e o amar ao procimo.a independecia e coisa que muitas pessoas não tem a independencia esta acabando no mundo todo.

    poesia

    a liberdade e
    palavra que da
    ogulho de falar
    como ser alimeta
    dela.assi como da
    ogulho de fala nela,
    ter ogulho dela.
    JOSIANE 6 BRANCA

  3. Denomina-se Independência do Brasil o processo que culminou com a emancipação política desse país do reino de Portugal, no início do século XIX. Oficialmente, a data comemorada é a de 7 de setembro de 1822, quando ocorreu o episódio do chamado “Grito do Ipiranga”. De acordo com a história oficial, nesta data, às margens do riacho Ipiranga (atual cidade de São Paulo), o Príncipe Regente D. Pedro bradou perante a sua comitiva: Independência ou Morte!. Determinados aspectos dessa versão, no entanto, são contestados por alguns historiadores.

  4. Denomina-se Independência do Brasil o processo que culminou com a emancipação política desse país do reino de Portugal, no início do século XIX. Oficialmente, a data comemorada é a de 7 de setembro de 1822, quando ocorreu o episódio do chamado “Grito do Ipiranga”. De acordo com a história oficial, nesta data, às margens do riacho Ipiranga (atual cidade de São Paulo), o Príncipe Regente D. Pedro bradou perante a sua comitiva: Independência ou Morte!. Determinados aspectos dessa versão, no entanto, são contestados por alguns historiadores.

  5. – Ao ler o texto o que se entende de sete de setembro?
    Que e a independência do Brasil
    – Como o texto relaciona a obra de Pedro Américo, ”O Grito do Ipiranga” e a independência do Brasil?
    – É correto afirmar que o processo de independência do Brasil beneficiou a todos os brasileiros? Apresente uma justificativa retirada do texto que justifique a resposta do grupo.
    Sim beneficiou, pois deixamos de ser explorados

    Roteiro para Pesquisa na Internet
    Pesquise no google (www.google.com) sobre a independência do Brasil e conteste as perguntas abaixo.
    Quais os fatores, citados no texto, (que você pesquisou no google) que influenciaram no processo da independência do Brasil?’
    Denomina-se Independência do Brasil o processo que culminou com a emancipação política desse país do reino de Portugal, no início do século XIX.
    Oficialmente, a data comemorada é a de 7 de setembro de 1822, quando ocorreu o episódio do chamado “Grito do Ipiranga”. De acordo com a história oficial, nesta data, às margens do riacho Ipiranga (atual cidade de São Paulo), o Príncipe Regente D. Pedro bradou perante a sua comitiva: Independência ou Morte!. Determinados aspectos dessa versão, no entanto, são contestados por alguns historiadores.
    Pesquise :

    Quem foi Pedro Américo? ( http://www.google.com)
    Vocabulário
    Quais os significados das palavras grifadas na estrofe do Hino da Independência? (www.google.com/dicionario onlaine)
    Os grilhões que nos forjava
    Da perfídia astuto ardil…
    Houve mão mais poderosa:
    Zombou deles o Brasil.

  6. http://www.brasil.gov.br/pais/simbolos_hinos/hinos/Letra_indep
    Contextualizando
    – Ao ler o texto o que se entende de sete de setembro?
    R: Entende-se que se comemora a intendência do Brasil.
    – Como o texto relaciona a obra de Pedro Américo,”O Grito Do Ipiranga” e a independência do Brasil?
    R: A musica foi composto por Dom Pedro I que declamou a independência.
    – É correto afirmar que o processo de independência do Brasil beneficiou a todos os brasileiros? Apresente uma justificativa retirada do texto que justifique a resposta do grupo.
    R: Sim por que teve o hino brasileiro constituído.
    Roteiro para Pesquisa na Internet
    Pesquise no google(www.google.com) sobre a independecia do Brasil e conteste as perguntas abaixo.
    Quais os fatores, citados no texto,(que você pesquisou no google) que influenciaram no processo da independência do Brasil?
    R: O fator foi que Dom Pedro disse independência ou marte se não tivesse isso teria guerra.
    Entre en http://www.manistation.com/neurotoys/eliza.php3portugues:Robô que conversa.
    Relate parte da conversa que você teve com o Robô Eliza.
    Quem foi Pedro Américo? ( http://www.google.com)
    Vocabulário
    Quais os significados das palavras grifadas na estrofe do Hino da Independência? (www.google.com/dicionario onlaine)
    Os grilhões que nos forjava

    Da perfídia astuto ardil.
    .
    Houve mão mais poderosa:
    Zombou deles o Brasil.
    Beijo no coração

  7. 1- Foi a independência do BRASIL

    2- A musica foi composta por Dom Pedro I e foi ele que programou a independência

    3- Sim,todos os brasileiros se tornaram livres
    Independência foi tão marcada de improviso como a ocasião em que o príncipe regente
    oficializou o fim dos vínculos que ligavam Brasil a Portugal

    4- 7 de setembro de 1822, quando ocorreu o episódio do chamado “Grito do Ipiranga”. De acordo com a história oficial, nesta data, às margens do riacho Ipiranga (atual cidade de São Paulo), o Príncipe Regente D. Pedro bradou perante a sua comitiva: Independência ou Morte!.

    Pedro Américo de Figueiredo e Melo), pintor brasileiro (Areia, PB, 1843 – Florença, 1905). Doutor em ciências físicas pela Universidade de Bruxelas, na Bélgica, freqüentou ainda cursos de filosofia e literatura em Paris, onde se aperfeiçoou em pintura. De retorno ao Brasil, conquistou a cátedra de desenho da Academia Imperial das Belas-Artes, transferindo-se mais tarde para a de história das artes, estética e arqueologia. Consagrado com a colocação de seu retrato na sala de pintores célebres da Galeria degli Uffizzi (Florença). Principais quadros: Batalha do Avaí, Grito do Ipiranga, Judith e Holofernes, Rabequista Árabe

    grilhão
    (grilho + -ão)

    s. m.1. Corrente forte de metal.
    2. Cordão grosso de ouro.
    3. Fig. Laço; priforjar – Conjugar

    v. tr.1. Trabalhar ou fazer (alguma coisa) na forja.
    2. Fig. Inventar, maquinar.
    v. intr.3. Alcançar-se (o cavalo, batendo com as ferraduras posteriores nas anteriores).são. (Mais uardil
    (origem controversa)

    s. m.1. Astúcia; manha.
    2. Plano para enganar alguém. = enredo, estratagema, logrosado no plural.)

    FERNANDA
    8 SERIE AZUL

  8. Contextualizando
    Respostas 1.Eu entendi que e uma da muito especie para nos brasileiros.
    2.relaciona como pinturas e textos.
    3.Pedro Americano foi um pintor mito famoso

  9. 1_ sete de setembro foi quando aconteceu independencia do brasil que d pedro declarou a independencia.

  10. – Que a história do Hino da Independência foi tão marcada de improviso como a ocasião em que o príncipe regente oficializou o fim dos vínculos que ligavam Brasil a Portugal

    – Ele fala um pouco sobre a independência do Brasil

    – Sim, após a proclamação da independência, decidiu compor uma nova melodia para a letra musicada por Marcos Antônio. Por meio dessa modificação, tínhamos a oficialização do Hino da Independência. O feito do governante acabou ganhando tanto destaque que, durante alguns anos, Dom Pedro I foi dado como autor exclusivo da letra e da música do hino.

    No ano de 1922, data que marcava a comemoração do centenário da independência, o hino foi novamente executado com a melodia criada pelo maestro Marcos Antônio. Somente na década de 1930, graças à ação do ministro Gustavo Capanema, que o Hino da Independência foi finalmente regulamentado em sua forma e autoria.

    Matheus de Camargos
    8º Verde

  11. 2_Denomina-se Independência do Brasil o processo que culminou com a emancipação política desse país do reino de Portugal, no início do século XIX. Oficialmente, a data comemorada é a de 7 de setembro de 1822, quando ocorreu o episódio do chamado “Grito do Ipiranga

  12. Contextualizando

    – Ao ler o texto o que se entende de sete de setembro? 7 de setembro é o dia em que o Brasil se separou politicamente de Portugal tornando assim independente.

    – Como o texto relaciona a obra de Pedro Américo,”O Grito Do Ipiranga” e a independência do Brasil? Bom, o grito da independência foi às margens do riacho Ipiranga.

    – É correto afirmar que o processo de independência do Brasil beneficiou a todos os brasileiros? Apresente uma justificativa retirada do texto que justifique a resposta do grupo. Não beneficiou a todos, pois a escravidão continuou

  13. 1-para min significa indempedencia do brasil
    2-o quadro tem a ver com a musica por que e a mesma pessoa D.Pedro I que foi quem proclamou a INDEPENDECIA E FEZ letra da música

  14. _ A Idependência do Brasil

    _No começo do século XIX, o artista, político e livreiro Evaristo da Veiga escreveu os versos de um poema que intitulou como “Hino Constitucional Brasiliense”. Em pouco tempo, os versos ganharam destaque na corte e foram musicados pelo maestro Marcos Antônio da Fonseca PortugalAluno do maestro, Dom Pedro I já manifestava um grande entusiasmo pelo ramo da música e, após a proclamação da independência, decidiu compor uma nova melodia para a letra musicada por Marcos Antônio. Por meio dessa modificação, tínhamos a oficialização do Hino da Independência. O feito do governante acabou ganhando tanto destaque que, durante alguns anos, Dom Pedro I foi dado como autor exclusivo da letra e da música do hino.

  15. 1-Entende muitas coisas tipo o Hino da Independência o quanto ela foi marcada de improviso como a ocasião em que o príncipe regente oficializou o fim dos vínculos que ligavam Brasil a Portugal.

    2-A musica foi composto por Dom Pedro I que declamou a independência.

    3- Sim por que teve o hino brasileiro constituído.

  16. Contextualizando

    – Ao ler o texo o que se entende de sete de setembro?

    – Como o texto relaciona a obra de Pedro Américo,”O Grito Do Ipiranga” e a independência do Brasil?

    – É correto afirmar que o processo de independência do Brasil beneficiou a todos os brasileiros? Apresente uma justificativa retirada do texto que justifique a resposta do grupo.

    Roteiro para Pesquisa na Internet

    Pesquise no google(www.google.com) sobre a independecia do Brasil e conteste as perguntas abaixo.

    Quais os fatores, citados no texto,(que você pesquisou no google) que influenciaram no processo da independência do Brasil?

    Entre en http://www.manistation.com/neurotoys/eliza.php3portugues:Robô que conversa.

    Relate parte da conversa que você teve com o Robô Eliza.

    Quem foi Pedro Américo? ( http://www.google.com)

    Vocabulário

    Quais os significados das palabras grifadas na estrofe do Hino da Independência? (www.google.com/dicionario onlaine)

    Os grilhões que nos forjava
    Da perfídia astuto ardil…
    Houve mão mais poderosa:
    Zombou deles o Brasil.

    Beijo no coração

  17. Denomina-se Independência do Brasil o processo que culminou com a emancipação política desse país do reino de Portugal, no início do século XIX. Oficialmente, a data comemorada é a de 7 de setembro de 1822, quando ocorreu o episódio do chamado “Grito do Ipiranga”. De acordo com a história oficial, nesta data, às margens do riacho Ipiranga (atual cidade de São Paulo), o Príncipe Regente D. Pedro bradou perante a sua comitiva: Independência ou Morte!.

  18. 1_ sete de setembro foi quando aconteceu independencia do brasil que d pedro declarou a independencia.

    2_Denomina-se Independência do Brasil o processo que culminou com a emancipação política desse país do reino de Portugal, no início do século XIX. Oficialmente, a data comemorada é a de 7 de setembro de 1822, quando ocorreu o episódio do chamado “Grito do Ipiranga

    3- Sim,todos os brasileiros se tornaram livres
    Independência foi tão marcada de improviso como a ocasião em que o príncipe regente
    oficializou o fim dos vínculos que ligavam Brasil a Portugal

  19. Denomina-se Independência do Brasil o processo que culminou com a emancipação política desse país do reino de Portugal, no início do século XIX. Oficialmente, a data comemorada é a de 7 de setembro de 1822, quando ocorreu o episódio do chamado “Grito do Ipiranga”. De acordo com a história oficial, nesta data, às margens do riacho Ipiranga (atual cidade de São Paulo), o Príncipe Regente D. Pedro bradou perante a sua comitiva: Independência ou Morte!. Determinados aspectos dessa versão, no entanto, são contestados por alguns historiadores.

  20. – Ao ler o texo o que se entende de sete de setembro?

    R: Foi quando ocorreu a independencia do brasil…
    Que pedro de alcantra declarou.

    – Como o texto relaciona a obra de Pedro Américo,”O Grito Do Ipiranga” e a independência do Brasil?

    R:Denomina-se Independência do Brasil o processo que culminou com a emancipação política desse país do reino de Portugal, no início do século XIX. Oficialmente, a data comemorada é a de 7 de setembro de 1822, quando ocorreu o episódio do chamado “Grito do Ipiranga

    – É correto afirmar que o processo de independência do Brasil beneficiou a todos os brasileiros? Apresente uma justificativa retirada do texto que justifique a resposta do grupo.

    R:Sim,todos os brasileiros se tornaram livres
    Independência foi tão marcada de improviso como a ocasião em que o príncipe regente
    oficializou o fim dos vínculos que ligavam Brasil a Portugal

  21. Denomina-se Independência do Brasil o processo que culminou com a emancipação política desse país do reino de Portugal, no início do século XIX. Oficialmente, a data comemorada é a de 7 de setembro de 1822, quando ocorreu o episódio do chamado “Grito do Ipiranga”. De acordo com a história oficial, nesta data, às margens do riacho Ipiranga (atual cidade de São Paulo), o Príncipe Regente D. Pedro bradou perante a sua comitiva: Independência ou Morte!. Determinados aspectos dessa versão, no entanto, são contestados por alguns historiadores.

  22. _Denomina-se Independência do Brasil o processo que culminou com a emancipação política desse país do reino de Portugal, no início do século XIX. Oficialmente, a data comemorada é a de 7 de setembro de 1822, quando ocorreu o episódio do chamado “Grito do Ipiranga

  23. sete de setembro foi quando aconteceu independencia do brasil que d pedro declarou a independencia

  24. Denomina-se Independência do Brasil o processo que culminou com a emancipação política desse país do reino de Portugal, no início do século XIX. Oficialmente, a data comemorada é a de 7 de setembro de 1822, quando ocorreu o episódio do chamado “Grito do Ipiranga

  25. 1- Foi a independência do BRASIL

    2- A musica foi composta por Dom Pedro I e foi ele que programou a independência

    3- Sim,todos os brasileiros se tornaram livres
    Independência foi tão marcada de improviso como a ocasião em que o príncipe regente
    oficializou o fim dos vínculos que ligavam Brasil a Portugal

  26. Foi a independência do BRASIL

    2- A musica foi composta por Dom Pedro I e foi ele que programou a independência

    3- Sim,todos os brasileiros se tornaram livres
    Independência foi tão marcada de improviso como a ocasião em que o príncipe regente
    oficializou o fim dos vínculos que ligavam Brasil a Portugal

    4- 7 de setembro de 1822, quando ocorreu o episódio do chamado “Grito do Ipiranga”. De acordo com a história oficial, nesta data, às margens do riacho Ipiranga (atual cidade de São Paulo), o Príncipe Regente D. Pedro bradou perante a sua comitiva: Independência ou Morte!.

    Pedro Américo de Figueiredo e Melo), pintor brasileiro (Areia, PB, 1843 – Florença, 1905). Doutor em ciências físicas pela Universidade de Bruxelas, na Bélgica, freqüentou ainda cursos de filosofia e literatura em Paris, onde se aperfeiçoou em pintura. De retorno ao Brasil, conquistou a cátedra de desenho da Academia Imperial das Belas-Artes, transferindo-se mais tarde para a de história das artes, estética e arqueologia. Consagrado com a colocação de seu retrato na sala de pintores célebres da Galeria degli Uffizzi (Florença). Principais quadros: Batalha do Avaí, Grito do Ipiranga, Judith e Holofernes, Rabequista Árabe

    grilhão
    (grilho + -ão)

    s. m.1. Corrente forte de metal.
    2. Cordão grosso de ouro.
    3. Fig. Laço; priforjar – Conjugar

    v. tr.1. Trabalhar ou fazer (alguma coisa) na forja.
    2. Fig. Inventar, maquinar.
    v. intr.3. Alcançar-se (o cavalo, batendo com as ferraduras posteriores nas anteriores).são. (Mais uardil
    (origem controversa)

    s. m.1. Astúcia; manha.
    2. Plano para enganar alguém. = enredo, estratagema, logrosado no plural.)

  27. 1 – Entende-se que se comemora a intendência do Brasil.
    – Como o texto relaciona a obra de Pedro Américo,”O Grito Do Ipiranga” e a independência do Brasil?
    2 – A musica foi composta por Dom Pedro I e foi ele que programou a independência

    3 – Sim por que teve o hino brasileiro constituído.
    Roteiro para Pesquisa na Internet
    Pesquise no google(www.google.com) sobre a independecia do Brasil e conteste as perguntas abaixo.
    Quais os fatores, citados no texto,(que você pesquisou no google) que influenciaram no processo da independência do Brasil?

  28. Contextualizando
    – Ao ler o texo o que se entende de sete de setembro?
    R.: Foi a independência do Brasil

    – Como o texto relaciona a obra de Pedro Américo,”O Grito Do Ipiranga” e a independência do Brasil?
    R.: Denomina-se Independência do Brasil o processo que culminou com a emancipação política desse país do reino de Portugal, no início do século XIX. Oficialmente, a data comemorada é a de 7 de setembro de 1822, quando ocorreu o episódio do chamado “Grito do Ipiranga”. De acordo com a história oficial, nesta data, às margens do riacho Ipiranga (atual cidade de São Paulo), o Príncipe Regente D. Pedro bradou perante a sua comitiva: Independência ou Morte!. Determinados aspectos dessa versão, no entanto, são contestados por alguns historiadores.

    – É correto afirmar que o processo de independência do Brasil beneficiou a todos os brasileiros? Apresente uma justificativa retirada do texto que justifique a resposta do grupo.
    R.:Sim, todos os brasileiros se tornaram livres a independência foi tão marcada de improviso como a ocasião em que o príncipe regente ofializou o fim dos vínculos que ligavam brasil a portugal.

  29. _Denomina-se Independência do Brasil o processo que culminou com a emancipação política desse país do reino de Portugal, no início do século XIX. Oficialmente, a data comemorada é a de 7 de setembro de 1822, quando ocorreu o episódio do chamado “Grito do Ipiranga

  30. Denomina-se Independência do Brasil o processo que culminou com a emancipação política desse país do reino de Portugal, no início do século XIX. Oficialmente, a data comemorada é a de 7 de setembro de 1822, quando ocorreu o episódio do chamado “Grito do Ipiranga”. De acordo com a história oficial, nesta data, às margens do riacho Ipiranga (atual cidade de São Paulo), o Príncipe Regente D. Pedro bradou perante a sua comitiva: Independência ou Morte!. Determinados aspectos dessa versão, no entanto, são contestados por alguns historiadores

  31. 1- Foi a independência do BRASIL

    2- A musica foi composta por Dom Pedro I e foi ele que programou a independência

    3- Sim,todos os brasileiros se tornaram livres
    Independência foi tão marcada de improviso como a ocasião em que o príncipe regente
    oficializou o fim dos vínculos que ligavam Brasil a Portugal

    4- 7 de setembro de 1822, quando ocorreu o episódio do chamado “Grito do Ipiranga”. De acordo com a história oficial, nesta data, às margens do riacho Ipiranga (atual cidade de São Paulo), o Príncipe Regente D. Pedro bradou perante a sua comitiva: Independência ou Morte!.

  32. 1- Foi a independência do BRASIL

    2- A musica foi composta por Dom Pedro I e foi ele que programou a independência

    3- Sim,todos os brasileiros se tornaram livres
    Independência foi tão marcada de improviso como a ocasião em que o príncipe regente
    oficializou o fim dos vínculos que ligavam Brasil a Portugal

    Josef 7azul

  33. 1-Foi quando o príncipe regente oficializou o fim dos vínculos que ligavam Brasil e Portugal.
    2-Denomina-se Independência do Brasil o processo que culminou com a emancipação política desse país do reino de Portugal, no início do século XIX.

  34. A Independência do Brasil é um dos fatos históricos mais importantes de nosso país, pois marca o fim do domínio português e a conquista da autonomia política.

  35. – Ao ler o texto o que se entende de sete de setembro?
    E um dia de gloria para o Brasil , é o dia da Independência, é o dia em que o Brasil deixou de ser colônia de Portugal
    – Como o texto relaciona a obra de Pedro Américo,”O Grito Do Ipiranga” e a independência do Brasil?
    Retrata como dias de Glória,”O Grito do Ipiranga’’foi mágico , foi emocionante.”A Independência do Brasil”foi esplendoroso , foi importante creio que pra todos os Brasileiros
    – É correto afirmar que o processo de independência do Brasil beneficiou a todos os brasileiros? Apresente uma justificativa retirada do texto que justifique a resposta do grupo.

  36. Denomina-se Independência do Brasil o processo que culminou com a emancipação política desse país do reino de Portugal, no início do século XIX. Oficialmente, a data comemorada é a de 7 de setembro de 1822, quando ocorreu o episódio do chamado “Grito do Ipiranga”. De acordo com a história oficial, nesta data, às margens do riacho Ipiranga (atual cidade de São Paulo), o Príncipe Regente D. Pedro bradou perante a sua comitiva: Independência ou Morte!. Determinados aspectos dessa versão, no entanto, são contestados por alguns historiadores.

  37. Contextualizando – Ao ler o texo o que se entende de
    sete de setembro?
    R:É um dia de gloria para o Brasil ,é o dia da indenciapência ,é o dia em que o Brasil deixou de ser colônia de Portugal
    – Como o texto relaciona a obra de Pedro Américo,”O Grito Do Ipiranga” e a independência do Brasil?
    R:Retrata como dias de glorias.’’O grito de Ipiranga’’foi mágico, foi emocionante. ‘A Indenpendencia do Brasil’’foi importante creio que para todos os Brasileiro.
    – É correto afirmar que o processo de independência do Brasil beneficiou a todos os brasileiros? Apresente uma justificativa retirada do texto que justifique a resposta do grupo.

  38. – Foi a indenpendecia do Brasil.
    2-Denomina-se Independência do Brasil o processo que culminou com a emancipação política desse país do reino de Portugal, no início do século XIX..

    MARIA HELENA NEILI LUZENI

  39. Contextualizando
    Ao ler o texto o que se entende de sete de setembro?-
    É um dia de glória para o Brasil, é o dia da nossa independência, é o dia em que o Brasil deixou de ser colônia de Portugal.
    – Como o texto relaciona a obra de Pedro Américo,”O Grito Do Ipiranga” e a independência do Brasil?
    Retrata como dias de glória,”O Grito do Ipiranga” foi mágico, foi emocionante. “A Independência do Brasil” foi esplendoroso, foi importante creio que pra todos os brasileiros !
    – É correto afirmar que o processo de independência do Brasil beneficiou a todos os brasileiros? Apresente uma justificativa retirada do texto que justifique a resposta do grupo. Sim, pelo menos a alguns

  40. 1)-7de setembro a independência do Brasil que foi proclamada D.Pedro I

    2)-ambos foram realizados por D.Pedro I

    3)-Sim e também beneficiou alguns que tinha uma classe em dinheiro avançada quem pagava altos imposto era de classe mais baixa
    Diego 7amarela

  41. 1)- 7 de setembro a independência do Brasil que foi proclamada por D.Pedro I
    2)-Ambas foram realizados pelo D.Pedro I
    3)-sim também ,beneficiou alguns que tinha uma classe em dinheiro avançado,quem pagava altos impostos era os de classe mais baixa

    Vitor 7 Amarela

  42. 7 de setembro a independência Brasil que foi D.Pedro I
    2) ambos foram realizadas por D.Pedro I
    3)Não Regressando ao Brasil, venceu um concurso para professor da cátedra de Desenho da Academia com a obra Sócrates afastando Alcebíades dos braços do vício.

    douglas rodrigues de morais
    7 amarela

  43. 1) 7 de Setembro a indepêndenciado Brasil que foi proclamado por D.Pedro I.

    2)Sim,ambos foram realizados por D.PedroI

    3- Sim Dom Pedro I já manifestava um grande entusiasmo pelo ramo da música e, após a proclamação da independência, decidiu compor uma nova melodia para a letra musicada por Marcos Antônio. Por meio dessa modificação, tínhamos a oficialização do Hino da Independência. O feito do governante acabou ganhando tanto destaque que, durante alguns anos, Dom Pedro I foi dado como autor exclusivo da letra e da música do hino.
    João Paulo R. Simplicio
    7ºAmarela

  44. – Ao ler o texo o que se entende de sete de setembro?
    Sete de setembro foi o dia da independência do Brasil.
    – Como o texto relaciona a obra de Pedro Américo, ”O Grito Do Ipiranga” e a independência do Brasil?
    Ambos lutaram pela independência do Brasil e também fizeram a composição do hino da independência.
    – É correto afirmar que o processo de independência do Brasil beneficiou a todos os brasileiros? Apresente uma justificativa retirada do texto que justifique a resposta do grupo.
    Por um lado sim, pois os grandes produtores agrícolas e comerciantes nacionais puderam avolumar os seus negócios e viver um tempo de prosperidade material nunca antes experimentado em toda história colonial. Para fora do campo da economia, podemos salientar como a reforma urbanística feita por Dom João VI promoveu um embelezamento do Rio de Janeiro até então nunca antes vivida na capital da colônia, que deixou de ser uma simples zona de exploração para ser elevada à categoria de Reino Unido de Portugal e Algarves.

    Giselle e Zayane.

  45. Contextualizando
    R= Eu entendo de SETE DE SETEMBRO e um fato histórico mais importantes do nosso país Porque é o dia que conversamos a Independência do Brasil. Tornamos-nos livre dos domínios de Portugal.
    R= tudo a vê porque quem canta a obra de Pedro América e D.Pedro I.
    R= Não, porque muitos brasileiros morreram.
    LUIS EDUARDO

  46. – Ao ler o texo o que se entende de sete de setembro?
    Resposta=Eu entendo que sete de setembro foi e é um dia especial, por que e o dia que comemoramos a independência.
    – Como o texto relaciona a obra de Pedro Américo, ”O Grito Do Ipiranga” e a independência do Brasil?
    Resposta=Eu não concordo em tudo que dizem sabe por que a verdade e que Dom Pedro voe imperador do Brasil e Pedro Américo criou seus quatro e não tinha cavalos eram mulas.
    – É correto afirmar que o processo de independência do Brasil beneficiou a todos os brasileiros? Apresente uma justificativa retirada do texto que justifique a resposta do grupo.
    Respostas=Não por que muitos brasileiros eram escravos e pobres só a aqueles que tinham muitos dinheiros que poderiam pagar show para ver teatro e etc. Também aqueles que tinham o dinheiro e casas bonitas eram jogados para fora de sua própria casa.

    Crislaine almeida
    7ª AMARELA

  47. Respostas
    1)a data em que o Brasil se tornou independente teve transformações políticas, econômicas e sociais.

    2) ele gostava muito de musicas assim ele resolveu compor uma melodia para a letra musicada por Marcos Antonio.

    3)não pois após a independência os pobres continuaram pobres.
    LETICIA SILVA,MARYANA APARECIDA

  48. 1. E a independência do Brasil um grande marco na historia do Brasil

    2. A verdade sobre a independência foi que o quadro não e verdade no lugar do cavalo pois uma mula e no lugar da espada uma calça o quadro não tem nada a ver com o que aconteceu.
    3. Não.por que muitos brasileiros eram mestiços , escravos e brancos pobres e não tinham condições de pagar aos shows de teatro etc.. D. Pedro estava preocupa do com Portugal

  49. Ao ler o texo o que se entende de sete de setembro?
    Independência do Brasil

    – Como o texto relaciona a obra de Pedro Américo,”O Grito Do Ipiranga” e a independência do Brasil?
    Bem devido ao fato de estarem ligados de alguma forma

    – É correto afirmar que o processo de independência do Brasil beneficiou a todos os brasileiros? Apresente uma justificativa retirada do texto que justifique a resposta do grupo.
    Não pois algumas pessoas só vieram a saber da independência tempos depois,além do mais a independência foi proclamada diante de uma crise que Portugal estava tendo.
    Ana Carolina Dias 7 amarela

  50. Contextualizando
    – Ao ler o tetxo o que se entende de sete de setembro? O dia em que o Brasil se tornou independente.
    – Como o texto relaciona a obra de Pedro Américo,”O Grito Do Ipiranga” e a independência do Brasil? Em homenagem a independência.
    – É correto afirmar que o processo de independência do Brasil beneficiou a todos os brasileiros? Apresente uma justificativa retirada do texto que justifique a resposta do grupo. Não

  51. Contextualizando

    Ao ler o texto o que se entende de sete de setembro?

    R= A Independência do Brasil é um dos fatos históricos mais importantes de nosso país, pois marca o fim do domínio português e a conquista da autonomia política. Muitas tentativas anteriores ocorreram e muitas pessoas morreram na luta por este ideal. Podemos citar o caso mais conhecido: Tiradentes. Foi executado pela coroa portuguesa por defender a liberdade de nosso país, durante o processo da Inconfidência Mineira.
    Dia do Fico
    Em 9 de janeiro de 1822, D. Pedro I recebeu uma carta das cortes de Lisboa, exigindo seu retorno para Portugal. Há tempos os portugueses insistiam nesta idéia, pois pretendiam recolonizar o Brasil e a presença de D. Pedro impedia este ideal. Porém, D. Pedro respondeu negativamente aos chamados de Portugal e proclamou: “Se é para o bem de todos e felicidade geral da nação, diga ao povo que fico.”

    – Como o texto relaciona a obra de Pedro Américo, ”O Grito do Ipiranga” e a independência do Brasil?

    R=Também neste período começou os esboços para uma que seria das suas maiores obras-primas, a enorme Batalha de Avaí, que só viria a ser concluída em 1877 e que é uma das peças capitais do nacionalismo romântico e do academismo no Brasil. Quando exposta pela primeira vez em Florença, ainda incompleta, a composição causou sensação entre os conhecedores de arte que estavam reunidos em grande número na cidade para as comemorações do centenário de Michelangelo. A obra, e um discurso que proferiu em duas línguas diante da estátua de David do mestre da Renascença, espalharam sua fama por toda a Europa, sendo celebrado em uma multidão de artigos e notícias como um dos maiores pintores de seu tempo. O governo italiano, ecoando os louvores generalizados, solicitou ao artista um retrato para que figurasse junto dos luminares da arte de todos os tempos na galeria de retratos dos Uffizi, sendo exposto entre os de Ingres e Flandrin, seus próprios mestres.

  52. independencia do
    brasil

    4- O processo de independência
    Após o Dia do Fico, D. Pedro tomou uma série de medidas que desagradaram a metrópole, pois preparavam caminho para a independência do Brasil. D. Pedro convocou uma Assembléia Constituinte, organizou a Marinha de Guerra, obrigou as tropas de Portugal a voltarem para o reino. Determinou também que nenhuma lei de Portugal seria colocada em vigor sem o ” cumpra-se “, ou seja, sem a sua aprovação. Além disso, o futuro imperador do Brasil, conclamava o povo a lutar pela independência.
    O príncipe fez uma rápida viagem à Minas Gerais e a São Paulo para acalmar setores da sociedade que estavam preocupados com os últimos acontecimento, pois acreditavam que tudo isto poderia ocasionar uma desestabilização social. Durante a viagem, D. Pedro recebeu uma nova carta de Portugal que anulava a Assembléia Constituinte e exigia a volta imediata dele para a metrópole.
    Estas notícias chegaram as mãos de D. Pedro quando este estava em viagem de Santos para São Paulo. Próximo ao riacho do Ipiranga, levantou a espada e gritou : ” Independência ou Morte !”. Este fato ocorreu no dia 7 de setembro de 1822 e marcou a Independência do Brasil. No mês de dezembro de 1822, D. Pedro foi declarado imperador do Brasil.
    Pós Independência
    Os primeiros países que reconheceram a independência do Brasil foram os Estados Unidos e o México. Portugal exigiu do Brasil o pagamento de 2 milhões de libras esterlinas para reconhecer a independência de sua ex-colônia. Sem este dinheiro, D. Pedro recorreu a um empréstimo da Inglaterra.
    Embora tenha sido de grande valor, este fato histórico não provocou rupturas sociais no Brasil. O povo mais pobre se quer acompanhou ou entendeu o significado da independência. A estrutura agrária continuou a mesma, a escravidão se manteve e a distribuição de renda continuou desigual. A elite agrária, que deu suporte D. Pedro I, foi a camada que mais se beneficiou.

  53. – Ao ler o texto o que se entende de sete de setembro?
    Respostas: Foi o dia que D.Pedro proclamou a Independência do Brasil, nas margens do Rio do Ipiranga…
    – Como o texto relaciona a obra de Pedro Américo, ”O Grito Do Ipiranga” e a independência do Brasil?
    Respostas: No imaginário dos brasileiros, tão célebre quanto o grito de D Pedro às margens do rio Ipiranga é o quadro pintado por Pedro Américo para representar aquele momento decisivo, em que Brasil se separava de Portugal oficialmente. Nele, como se pode ver pela reprodução abaixo, nosso primeiro imperador ergue a espada num gesto de desafio, que conta com o apoio resoluto dos civis que o seguem e das tropas reunidas ao seu lado.
    – É correto afirmar que o processo de Independência do Brasil beneficiou a todos os brasileiros? Apresente uma justificativa retirada do texto que justifique a resposta do grupo.
    Respostas: Não, porque o Brasil deixou de ficar independente para ficar dependendo de outro país…
    Roteiro para Pesquisa na Internet
    Pesquise no google (www.google.com) sobre a Independência do Brasil e conteste as perguntas abaixo.
    A independência do Brasil
    Introdução
    A Independência do Brasil é um dos fatos históricos mais importantes de nosso país, pois marca o fim do domínio português e a conquista da autonomia política. Muitas tentativas anteriores ocorreram e muitas pessoas morreram na luta por este ideal. Podemos citar o caso mais conhecido: Tiradentes. Foi executado pela coroa portuguesa por defender a liberdade de nosso país, durante o processo da Inconfidência Mineira.
    Dia do Fico
    Em 9 de janeiro de 1822, D. Pedro I recebeu uma carta das cortes de Lisboa, exigindo seu retorno para Portugal. Há tempos os portugueses insistiam nesta idéia, pois pretendiam recolonizar o Brasil e a presença de D. Pedro impedia este ideal. Porém, D. Pedro respondeu negativamente aos chamados de Portugal e proclamou: “Se é para o bem de todos e felicidade geral da nação, diga ao povo que fico.”.
    O processo de independência
    Após o Dia do Fico, D. Pedro tomou uma série de medidas que desagradaram a metrópole, pois preparavam caminho para a independência do Brasil. D. Pedro convocou uma Assembléia Constituinte, organizou a Marinha de Guerra, obrigou as tropas de Portugal a voltarem para o reino. Determinou também que nenhuma lei de Portugal seria colocada em vigor sem o ” cumpra-se “, ou seja, sem a sua aprovação. Além disso, o futuro imperador do Brasil, conclamava o povo a lutar pela independência.
    O príncipe fez uma rápida viagem à Minas Gerais e a São Paulo para acalmar setores da sociedade que estavam preocupados com os últimos acontecimento, pois acreditavam que tudo isto poderia ocasionar uma desestabilização social. Durante a viagem, D. Pedro recebeu uma nova carta de Portugal que anulava a Assembléia Constituinte e exigia a volta imediata dele para a metrópole.
    Estas notícias chegaram as mãos de D. Pedro quando este estava em viagem de Santos para São Paulo. Próximo ao riacho do Ipiranga, levantou a espada e gritou : ” Independência ou Morte !”. Este fato ocorreu no dia 7 de setembro de 1822 e marcou a Independência do Brasil. No mês de dezembro de 1822, D. Pedro foi declarado imperador do Brasil.
    Pós Independência
    Os primeiros países que reconheceram a independência do Brasil foram os Estados Unidos e o México. Portugal exigiu do Brasil o pagamento de 2 milhões de libras esterlinas para reconhecer a independência de sua ex-colônia. Sem este dinheiro, D. Pedro recorreu a um empréstimo da Inglaterra.
    Embora tenha sido de grande valor, este fato histórico não provocou rupturas sociais no Brasil. O povo mais pobre se quer acompanhou ou entendeu o significado da independência. A estrutura agrária continuou a mesma, a escravidão se manteve e a distribuição de renda continuou desigual. A elite agrária, que deu suporte D. Pedro I, foi a camada que mais se beneficiou.
    Quais os fatores, citados no texto, (que você pesquisou no google) que influenciaram no processo da independência do Brasil?
    Respostas: D. Pedro tomou uma série de medidas que desagradaram à metrópole, pois preparavam caminho para a independência do Brasil. D. Pedro convocou uma Assembléia Constituinte, organizou a Marinha de Guerra, obrigou as tropas de Portugal a voltarem para o reino. Determinou também que nenhuma lei de Portugal seria colocada em vigor sem o “cumpra-se “, sem a sua aprovação. Além disso, o futuro imperador do Brasil, conclamava o povo a lutar pela independência.
    Quem foi Pedro Américo? (www.google.com)
    Respostas: Pintor brasileiro, nasceu em Areias, Paraíba no dia 29 de abril de 1843, faleceu em Florença, Itália, no dia 7 de novembro de 1905. Começou os estudos de Belas Artes no ano de 1856. Percebendo D. Pedro II, que o jovem estudante tinha grande vocação para pintura resolveu enviá-lo à França; após 5 anos, regressou ao Brasil. Permanecendo aqui pouco tempo, novamente volta para a Europa onde a Universidade de Bruxelas lhe outorgou o título de Doutor em Ciências Físicas e Naturias. Cultivou talentos mediante a poesia, o romance, a filosofia, dedicando- se também à pintura. Enriqueceu de modo incomparável a arte brasileira, com as suas inumeráveis telas projetadas por sua mão criadora. Podemos destacar entre as suas telas: Batalha do Aval, Paz e Concórdia, Bata- lha do Campo Grande, Rabequista Arabe, Grito do lpiranga. De todos os seus quadros, este último é o mais popular, pois expõe um dos acontecimentos mais gratos aos brasileiros: a realização da nossa independência, reproduzido em incontável número de vezes, conservando vivo através dos anos o ato histórico em que D. Pedro 1 concedia ao Brasil o direito de governar seu destino de grande naçao. Incontestavelmente um grande vulto na tribuna de nossos maiores pintores. Nome completo: Pedro Américo de Figueiredo e Melo.

    Abraços de Kênia, Mariana & Sanderly…….

    ♥7º verde♥

  54. 1)a data em que o Brasil se tornou independente teve transformações políticas, econômicas e sociais.

    2) ele gostava muito de musicas assim ele resolveu compor uma melodia para a letra musicada por Marcos Antonio.

    3)não pois após a independência os pobres continuaram pobres.

  55. 1-desse país do reino de Portugal, no início do século XIX. Oficialmente, a data comemorada é a de 7 de setembro de 1822, quando ocorreu o episódio do chamado “Grito do Ipiranga”. De acordo com a história oficial, nesta data, às margens do riacho Ipiranga (atual cidade de São Paulo), o Príncipe Regente D. Pedro bradou perante a sua comitiva: Independência ou Morte!. Determinados aspectos dessa versão, no entanto, são contestados por alguns historiadores.

    A moderna historiografia em História do Brasil remete o início do processo de independência à Transferência da corte portuguesa para o Brasil (1808-1821), no contexto da Guerra Peninsular, a
    2-Filho de Daniel Eduardo de Figueiredo e Feliciana Cirne, Pedro Américo era irmão do também pintor Francisco Aurélio de Figueiredo e Melo. Nasceu em uma família ligada às artes na cidade de Areia no estado da Paraíba, ainda que de escassos recursos, e desde cedo encontrou em sua casa o estímulo necessário ao desenvolvimento de seu talento precoce, incluindo na música, ensinada pelo seu pai Daniel, que era violinista, e que o introduziu também no desenho apresentando-lhe livros sobre artistas célebres.

    3-nao sei

  56. Roteiro da Internet

    Tratar do processo de independência brasileiro (século XIX) sem tratar, ao menos resumidamente, do contexto épico europeu é praticamente impossível e dificilmente os resultados restariam satisfatórios. Portanto, adentremo-nos no panorama político e social da Europa deste período.
    Nos séculos posteriores ao descobrimento do “Novo Mundo” Portugal e Espanha despontaram como as maiores potências européias. Devido à grande quantidade de riquezas extraídas de suas colônias na América suas economias floresceram. O acumulo de metais precisos, conhecido como Metalismo, que no período Mercantilista era fundamental, ganhou proporções nunca antes vistas por esses países e possibilitou a ascensão destas potências. Uma vez estabilizadas enquanto potências os demais países, em um primeiro momento, não apresentavam grandes riscos à hegemonia marítima e colonial destes dois expoentes.
    Outrossim, como Portugal somente recebia os metais e produtos advindos de suas colônias, sem efetivamente participar do processo de produção, problemas econômicos começaram a surgir. Portugal servia como um filtro de inflação e deflação para os produtos que chegavam em seu território sem serem ali produzidos1. Os países que compravam àquilo que Portugal vendia recebiam os produtos a preços justos e os vendiam a preços possíveis, logo, a economia deste país cresceria ou continuaria estável. No caso em voga, Portugal mantinha comércio com a Inglaterra, que foi a grande beneficiada. Recebia e lucrava com suas vendas sem desestabilizar sua economia. Tornou-se a maior potência da Europa após o declínio Português e Espanhol. Para melhorar inda mais a situação inglesa a Revolução Industrial iniciara-se e já movimentava a economia de maneira bastante perceptível.
    Entretanto, Portugal não tinha grandes preocupações, vez que o processo de ascensão da Inglaterra não apresentava riscos aos portugueses, pois mantinham comércio e boas relações com esse país. Contudo, tal contexto passou a modificar-se com relativa intensidade a partir de 1799, quando um novo político passou a figurar no trono de um país vizinho: Napoleão Bonaparte. Com Napoleão o exército francês aumentou seu contingente, aprimorou-se em táticas de guerra e elevou sua qualidade bélica. Napoleão conquistou boa parte do território europeu e, dentre outras medidas e ações, decretou o Bloqueio Continental, que estabelecia que todos os países europeus deveriam fechar os portos para as relações comerciais com a Inglaterra. Portugal então viu-se numa encruzilhada. Se acatasse à norma dos franceses teria sua economia arruinada. Se mantivesse as relações comerciais com a Inglaterra teria seu território invadido pelos franceses.
    Quem foi Pedro Americano

    Pedro Américo de Figueiredo e Melo tinha apenas 10 anos quando foi escolhido como desenhista da missão científica do naturalista francês Louis Jacques Brunet, para estudar a flora e da fauna do Nordeste do Brasil.

    Depois de se formar em Belas Artes no Rio de Janeiro, Pedro Américo obteve uma bolsa de estudos dada pelo imperador Pedro 2o e foi para a Escola de Belas Artes em Paris, na França, onde aperfeiçoou seu estilo com os pintores Jean-Auguste-Dominique Ingres e Horace Vernet.

    Na capital francesa, cursou filosofia e literatura na Universidade Sorbonne, além de iniciar o estudo da física no Instituto Ganot. Também escreveu poemas, estudos e romances. Seu ensaio sobre a “Refutação da Vida de Jesus por Renan” valeu-lhe a comenda papal da Ordem do Santo Sepulcro. Entre suas obras literárias e filosóficas, destacam-se “A Reforma da Academia de Belas Artes de Paris”, “Discursos sobre a Estética e Ciência e os Sistemas”.

    Obteve o doutorado em ciências físicas em Bruxelas, na Bélgica. Antes de voltar ao Brasil, passou por Lisboa, onde se casou com a filha do Conde de Porto Alegre. No Rio, tornou-se professor de desenho da Academia Imperial de Belas Artes. A seguir, ganhou a cátedra de história da arte, estética e arqueologia – esta última uma paixão do imperador Pedro 2o.

    Américo foi um entusiasta da pintura histórica. Tinha 43 anos quando assinou um contrato com o governo do estado de São Paulo, em 14 de julho de 1886, para pintar a “Proclamação da Independência”. Devia entregar a obra pronta em 1889, mas terminou um ano antes. O trabalho foi todo feito em Florença, onde foi exposto, em abril de 1888, antes de ser entregue ao governo paulista, em 14 de julho daquele ano – é a tela conhecida como “Grito do Ipiranga”.

    Pintou seu auto-retrato a pedido do governo italiano, para ser colocado na sala de pintores célebres da Galleria Nazzionale degli Uffizzi, em Florença, a cidade italiana conhecida como berço da arte. Isso equivaleu a uma consagração.

    Seus quadros mais conhecidos são “Batalha do Avaí”, “Grito do Ipiranga”, “Judith e Holofernes”, “Rabequista Árabe, “Tiradentes esquartejado”. A “Batalha do Avaí”, segundo Cardoso de Oliveira, seu biógrafo, é considerada uma das mais notáveis obras-primas da arte mundial. Com 48 metros quadrados, a pintura representa a batalha da guerra do Paraguai. Os personagens de maior destaque na cena são o duque de Caxias e o general Osório, este no momento em que é atingido por um tiro na boca.

    Eleito deputado na Assembléia Constituinte de 1890, apresentou projetos de interesse cultural. Em 1900, em Florença, pintou “Paz e Concórdia”, a grande tela alegórica que foi seu último trabalho e está exposta no Palácio do Itamarati, em Brasília.

    Américo foi um dos mais famosos artistas de sua época e é um dos principais nomes da pintura histórica brasileira. Morreu em Florença, aos 62 anos, e foi enterrado na Paraíba, a pedido do governo do estado

    Matheus
    7ª Verde

  57. Contextualizando
    – Ao ler o texto o que se entende de sete de setembro?
    – Como o texto relaciona a obra de Pedro Américo,”O Grito Do Ipiranga” e a independência do Brasil?
    – É correto afirmar que o processo de independência do Brasil beneficiou a todos os brasileiros? Apresente uma justificativa retirada do texto que justifique a resposta do grupo.
    1)eu entendo que foi o dia que o Brasil se tornou independente

    2)Pois foi o hino dado depois da independente

    3)Não,pois beneficiou apenas os ricos e não aos pobres

    Nome; Taynara 7ºverde

  58. Ao ler o texo o que se entende de sete de setembro?

    No ano de 1922, data que marcava a comemoração do centenário da independência, o hino foi novamente executado com a melodia criada pelo maestro Marcos Antônio. Somente na década de 1930, graças à ação do ministro Gustavo Capanema, que o Hino da Independência foi finalmente regulamentado em sua forma e autoria.
    Contando com a ajuda do maestro Heitor Villa-Lobos, a melodia composta por D. Pedro I foi dada como a única a ser utilizada na execução do referido hino

    – Como o texto relaciona a obra de Pedro Américo,”O Grito Do Ipiranga” e a independência do Brasil? Como uma gera brasileira. É correto afirmar que o processo de independência do Brasil beneficiou a todos os brasileiros? Apresente uma justificativa retirada do texto que justifique a resposta do grupo.

    Se a arte imita a vida, podemos notar que a história do Hino da Independência foi tão marcada de improviso como a ocasião em que o príncipe regente oficializou o fim dos vínculos que ligavam Brasil a Portugal. No começo do século XIX, o artista, político e livreiro Evaristo da Veiga escreveu os versos de um poema que intitulou como “Hino Constitucional Brasiliense”. Em pouco tempo, os versos ganharam destaque na corte e foram musicados pelo maestro Marcos Antônio da Fonseca Portugal (1760-1830).

  59. Ao ler o texo o que se entende de sete de setembro? No ano de 1922, data que marcava a comemoração do centenário da independência, o hino foi novamente executado com a melodia criada pelo maestro Marcos Antônio. Somente na década de 1930, graças à ação do ministro Gustavo Capanema, que o Hino da Independência foi finalmente regulamentado em sua forma e autoria. Contando com a ajuda do maestro Heitor Villa-Lobos, a melodia composta por D. Pedro I foi dada como a única a ser utilizada na execução do referido hino.
    – Como o texto relaciona a obra de Pedro Américo,”O Grito Do Ipiranga” e a independência do Brasil?Como uma guerra brasileira.
    – É correto afirmar que o processo de independência do Brasil beneficiou a todos os brasileiros? Apresente uma justificativa retirada do texto que justifique a resposta do grupo. Se a arte imita a vida, podemos notar que a história do Hino da Independência foi tão marcada de improviso como a ocasião em que o príncipe regente oficializou o fim dos vínculos que ligavam Brasil a Portugal. No começo do século XIX, o artista, político e livreiro Evaristo da Veiga escreveu os versos de um poema que intitulou como “Hino Constitucional Brasiliense”. Em pouco tempo, os versos ganharam destaque na corte e foram musicados pelo maestro Marcos Antônio da Fonseca Portugal (1760-1830

  60. 1) R .: A Independência do Brasil é um dos fatos históricos mais importantes de nosso país, pois marca o fim do domínio português e a conquista da autonomia política. Muitas tentativas anteriores ocorreram e muitas pessoas morreram na luta por este ideal. Podemos citar o caso mais conhecido: Tiradentes. Foi executado pela coroa portuguesa por defender a liberdade de nosso país, durante o processo da Inconfidência Mineira.

    2) R .: O quadro Independência ou Morte, de Pedro Américo, também conhecido como Grito do Ipiranga, é o principal símbolo da proclamação da Independência do Brasil, que é comemorada em 7 de setembro. A imagem, no entanto, não é exatamente uma fotografia do momento em que D. Pedro 1º recebeu a carta que o deixou irado e o levou a pronunciar a famosa frase: “Independência ou Morte”.

    Pedro Américo era um pintor histórico, que foi autor de outras obras com o mesmo cunho, como Batalha do Avaí, que retrata um dos eventos da Guerra do Paraguai. Também nesse caso, ele não estava presente. Assim, o Grito do Ipiranga é um quadro simbólico como várias outras pinturas históricas espalhadas pelo mundo.

    3) R .: Revolução do Porto
    Em 1808, a corte portuguesa deixa Portugal e parte em rumo ao território de sua colônia, o Brasil.
    Após a transferência da corte, Portugal foi invadido pelo exército de
    Napoleão Bonaparte, desorganizando a produção de vinho e azeite
    português, provocando assim, uma grave crise.
    Algum tempo depois, Dom João autoriza a abertuda dos portos brasileiros
    aos mercados ingleses, levando os comerciantes portugueses a perderem
    seu rico mercado colonial.
    Diante desta crise, vários civis e militares de várias cidades
    fizeram manifestações contra o governo estrangeiro e absolutista e
    exigiram a volta imediata de dom João a Portugal.
    As primeiras notícias da Revolução do Porto chegaram ao Brasil ainda em
    1820.

    7º Azul

  61. liberdade pra mim e si vc fazer o que vc quer na hora que vc que nao ir na ideia dos outros ter sua propia opiniao


Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Categorias

%d blogueiros gostam disto: